Wall Street cai após decisão do Fed

Nova York, 15 dez 2016 (AFP) - Wall Street fechou em queda, nesta quarta-feira (14), depois que o Federal Reserve (Fed) aumentou suas taxas de juros, fazendo o índice industrial Dow Jones interromper uma série de sete fechamentos recordes.

O Dow Jones perdeu 0,60%, nos 19.792,53 pontos; o Nasdaq, 0,50%, a 5.436,67, e o S&P 500 caiu 0,81%, nas 2.253,28 unidades.

Nesta quarta, o mercado abriu sem tendência definida, hesitante à espera da decisão do Banco Central americano: o Dow Jones chegou a retroceder 0,09%, e o Nasdaq somava 0,03%.

Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária do Fed decidiu elevar os juros em 0,25, influenciado pelas boas perspectivas de emprego, inflação e crescimento. Reiterou ainda que, provavelmente, haverá mais ajustes "graduais".

O tom prudente adotado pela presidente do Fed, Janet Yellen, que não quis especular sobre os planos de Trump, contribuiu, porém, para a baixa no pregão.

"Esse não é um Fed que quer tomar a iniciativa", disse Gregori Volokhine, presidente da empresa Meeschaert Capital Markets.

As ações do setor tecnológico não variaram muito hoje, dia em que Trump se reuniu pela primeira vez, desde a eleição, com os executivos dessas companhias.

A Amazon perdeu 0,7%, e a Tesla Motors subiu 0,3%. Alphabet (Google), Apple e Facebook praticamente não variaram.

O mercado de títulos caiu. Às 19h40 (horário de Brasília), o rendimento dos bônus do Tesouro aumentava a 2,564%, contra 2,473% de terça-feira, e o dos bônus para 30 anos, de 3,177%, contra os 3,130% anteriores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos