Bolsas

Câmbio

Trump diz ter evitado transferência de fábrica da Ford para o México

Nova York, 2 Jan 2017 (AFP) - A Ford confirmou nesta sexta-feira que manterá no Kentucky uma fábrica do modelo Lincoln ao invés de transferi-la para o México, uma decisão que o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, considerou uma vitória pessoal.

"Acabo de receber um telefonema do meu amigo Bill Ford, presidente da Ford, que me informou que manterá a fábrica do Lincoln no Kentucky. Não no México", escreveu Trump na quinta-feira no Twitter.

"Com Bill Ford trabalhamos duro para manter fábrica do Lincoln no Kentucky. Eu devia isso ao grande Estado do Kentucky por sua confiança em mim!", acrescentou.

Os comentários de Trump surpreenderam, já que a Ford não havia feito qualquer anúncio pública sobre a decisão de transferir a fábrica.

Sobre sua decisão de manter no Kentucky a fabricação de alguns modelos, Ford comentou: "Estamos animados porque o presidente eleito Trump e o novo Congresso empreenderão políticas que melhorarão a competitividade americana e farão o possível pela produção desse veículo aqui, nos Estados Unidos".

A companhia disse que emprega mais trabalhadores americanos e que produz mais carros do que qualquer outra companhia. Também lembrou que nos últimos cinco anos investiu mais de 12 bilhões de dólares em fábricas americanas e criou 28 mil postos de trabalho.

"Continuamos comprometidos com a equipe do presidente eleito Trump - e o novo Congresso - enquanto projetam a agenda política de 2017. Compartilhamos nosso compromisso de continuar investindo nos Estados Unidos e de criar empregos americanos", disse Ford.

lo/jld/vog/hs/gm/val/cc

FORD MOTOR

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos