Bolsas

Câmbio

EUA negam liberdade de brasileiro pego com US$ 20 mi no colchão

Nova York, 24 Jan 2017 (AFP) - A Justiça dos Estados Unidos recusou conceder liberdade sob fiança para o brasileiro Cléber Rocha, detido com quase 20 milhões de dólares escondidos debaixo de um colchão, no estado de Massachusetts.

A Procuradoria Federal deste estado publicou na segunda-feira (23) em sua conta do Twitter uma fotografia que mostrava as cédulas encontradas em Westbrough, próximo a Boston.

Cléber Rocha é acusado de conspirar para cometer lavagem de dinheiro, e teve seu dinheiro confiscado em 4 de janeiro.

O dinheiro teria vindo de um esquema que os investigadores começaram a analisar em 2014: Outro brasileiro, Carlos Wanzeler, e o americano James Merrill captavam fundos de forma ilegal através de uma empresa chamada TelexFree, hoje desmantelada.

A Promotoria afirma que Rocha trabalhou como mensageiro para Wanzeler, no esquema fraudulento baseado no Estado de Massachusetts.

Wanzeler fugiu para o Brasil pelo Canadá depois que Merrill foi preso, em outubro passado, quando se declarou culpado.

Cléber Rocha pode ser condenado a até 20 anos de prisão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos