Bolsas

Câmbio

China registra inesperado déficit comercial em fevereiro

Pequim, 8 Mar 2017 (AFP) - A China registrou em fevereiro um déficit comercial inesperado de 9,1 bilhões de dólares, o primeiro em três anos, após um forte aumento de quase 40% das importações e de um recuo das exportações.

Em janeiro, a China registrou um excedente de 51,3 bilhões de dólares.

O déficit de fevereiro surpreendeu os analistas, que de acordo com uma pesquisa da agência Bloomberg previam um excedente de 27 bilhões de dólares.

"Temos que observar os números com cautela, por causa das distorções estatísticas que sempre são provocadas pelo Ano Novo Lunar, que afeta consideravelmente a atividade dos portos e das fábricas", advertiu Julian Evans-Pritchard, da Capital Economics.

As férias do Ano Novo chinês, período em que as fábricas e o comércio permanecem fechados, começaram este ano no fim de janeiro, não em fevereiro, como ocorreu em 2016, o que complica as comparações.

Mas o aumento das importações em fevereiro "traduz a bona saúde da demanda interna chinesa, estimulada pelos investimentos", afirmou Yang Zhao, analista da Nomura.

"Reflete também o aumento dos preços das matérias-primas como o petróleo e os metais, o que aumenta mecanicamente o valor das importações", disse Yang.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos