PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Sturgeon afirma que Escócia pode ter novo referendo de independência em 2018

09/03/2017 06h30

Londres, 9 Mar 2017 (AFP) - A chefe do governo regional escocês, Nicola Sturgeon, afirmou nesta quinta-feira que o novo referendo de independência da Escócia poderia acontecer em 2018, em uma entrevista à BBC.

Sturgeon disse que a organização do plebiscito é uma questão de "senso comum", já que a Escócia segue para a porta de saída da União Europeia arrastada pelo conjunto do Reino Unido, apesar dos escoceses terem votado em peso a favor da permanência no bloco no referendo de 23 de junho.

Quando foi questionado se o outono (hemisfério norte, primavera no Brasil) de 2018 seria a data mais provável, a líder do Partido Nacional Escocês (SNP) respondeu: "Dentro dessa janela".

"Suponho que quando ficar mais claro o esquema do acordo de saída do Reino Unido da UE seria, por senso comum, um bom momento para que a Escócia tenha a chance, se este for o caminho escolhido".

A Escócia organizou um referendo de independência em setembro de 2014, no qual 55% dos eleitores optaram pela permanência e 45% pela separação do Reino Unido.

O governo de Londres e o escocês, a favor da independência, concordaram que a questão estava afastada por pelo menos uma geração, mas agora o SNP considera que circunstâncias mudaram com o Brexit.

Sturgeon precisa da permissão de Londres para celebrar um segundo referendo e, segundo alguns meios de comunicação, poderia apresentar o pedido no congresso de seu partido nos próximos dias.

dt-al/fp