Bolsas

Câmbio

EUA pedem a G20 que cumpra compromissos sobre taxas de câmbio

Washington, 13 Mar 2017 (AFP) - O secretario do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, solicitará ao G20 que seus membros cumpram compromissos assumidos em matéria cambial, disse nesta segunda-feira um alto funcionário do departamento.

O funcionário, que pediu anonimato, disse que o G20 pode ser um fórum "útil" para promover assuntos que interessam aos Estados Unidos, incluindo o fomento do crescimento econômico mundial, e para evitar a depreciação de moedas em troca de vantagens comerciais.

Para Mnuchin será o primeiro encontro com seus pares do G20; que agrupa grandes economias mundiais.

O funcionário se recusou a dizer se os Estados Unidos vão subir o tom sobre a taxa de câmbio na reunião ministerial do sábado e domingo em Baden-Baden, na Alemanha.

Para ele, os comunicados anteriores do G20 sobre esse tema "são muito importantes".

O uso da taxa de câmbio para ganhar competitividade comercial está no topo das preocupações da Casa Branca. Dois dos membros do G20, Alemanha e China, têm sido acusados por altos funcionários americanos de aproveitar a desvalorização de suas moedas em relação ao dólar para manter os superávits comerciais com Estados Unidos.

O tom do G20 em matéria cambial foi consistente durante muitos anos. Vários de seus integrantes prometeram "evitar desvalorizações competitivas e não utilizar a taxa de câmbio com propósitos de competitividade".

O funcionário do Tesouro disse que implementar essas promessas é um tema-chave e acrescentou que os Estados Unidos estarão atentos a que todos os países "cumpram esses compromissos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos