Bolsas

Câmbio

Europa substitui os EUA como centro de pornografia infantil na internet

Londres, 3 Abr 2017 (AFP) - A Europa superou no ano passado a América do Norte como continente com o maior número de páginas pornográficas infantis online, revelou um comunicado de uma respeitada organização britânica divulgado nesta segunda-feira (3).

Em 2016, a Europa, incluindo a Rússia e a Turquia, hospedava 60% dessas páginas, um aumento de 19% comparado ao ano de 2015, de acordo com o relatório anual divulgado pela Internet Watch Foundation (IWF), que reúne autoridades e empresas de tecnologia, e tem sede em Cambridge, Inglaterra.

A América do Norte hospedava 37% dessas páginas no ano passado, o que representa uma queda de 20 pontos em relação aos 57% de 2015, segundo a IWF.

O documento também revela que a Holanda é o primeiro país do mundo em número de páginas desse tipo - 20.972, 37% do total -, seguida pelos Estados Unidos, com 12.492 (22%), Canadá, com 8.803 (15%), França, com 6.099 (11%) e Rússia, com 4.176 (7%).

"O quadro global não é bom", declarou em um comunicado a diretora da IWF, Susie Hargreaves.

"As empresas de internet e as grandes companhias que não estão fazendo nada, ou estão fazendo muito pouco, para abordar o problema das imagens de abuso sexual a crianças on-line, tem que dar um passo à frente e trabalhar conosco", advertiu.

Ainda que o documento tenha apresentado avanços na tecnologia de rastreamento para identificar os abusadores cibernéticos, esses não impediram que o número de denúncias recebidas pela IWF quase dobrassem, de 4,4 milhões em 2015 para 8,2 milhões em 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos