Bolsas

Câmbio

Iran Aseman vai comprar de 30 Boeing 737 MAX por US$ 3 bilhões

Nova York, 4 Abr 2017 (AFP) - A companhia aérea Iran Aseman assinou um protocolo de acordo para comprar 30 Boeing 737 MAX por três bilhões de dólares, anunciou a fabricante americana nesta terça-feira.

O contrato também prevê os direitos de compra de outros 30 aviões 737 MAX, informou a Boeing em um comunicado.

A negociação aconteceu no âmbito do acordo nuclear com as grandes potências e da suspensão parcial das sanções econômicas a Teerã.

"A Boeing confirma a assinatura de um acordo de entendimento com a Iran Aseman Airlines, no qual a companhia aérea tem a intenção de comprar 30 aviões Boeing 737 MAX com um preço de catálogo de 3 bilhões de dólares", afirma o comunicado.

De acordo com a fabricante, que prevê o início da entrega das aeronaves para 2022, um contrato desta magnitude "cria ou mantém aproximadamente 18.000 empregos nos Estados Unidos".

A Boeing destaca que "todos os acordos com companhias aéreas iranianas são condicionados à aprovação do governo americano".

Durante a campanha eleitoral, o presidente Donald Trump disse que pretendia "desmantelar" o acordo nuclear assinado entre Teerã e as seis maiores potências ocidentais, incluindo Estados Unidos, em julho de 2015.

O acordo permitiu a retirada de parte das sanções impostas ao Irã, autorizando principalmente a compra de aviões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos