FMI eleva previsão de crescimento britânico

Londres, 18 Abr 2017 (AFP) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) aumentou em 0,5 ponto, a 2%, a previsão de crescimento para o Reino Unido em 2017, com base em um "desempenho melhor que o previsto desde a vitória do Brexit no referendo de junho do ano passado".

No relatório "Perspectivas da Economia Mundial" publicado nesta terça-feira, a instituição internacional prevê que em 2018 o Produto Interno Bruto (PIB) britânico vai crescer 1,5%, 0,1% a mais que na previsão de janeiro.

O FMI explica que "os efeitos negativos da decisão do Reino Unido de abandonar a UE" se materializam de modo menos rápido que o previsto.

Entre as consequências que chegarão mais tarde, o FMI cita a previsível queda do poder aquisitivo com a desvalorização da libra e dos investimentos privados, motivados pela incerteza provocada pela saída.

O aumento das previsões é uma boa notícia para a primeira-ministra Theresa May, que nesta terça-feira pediu ao Parlamento que antecipe as eleições legislativas para 8 de junho, ao invés de 2020.

apz-al/pc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos