PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

FMI: estímulo fiscal nos EUA pode acelerar aumento das taxas de juros

18/04/2017 10h17

Washington, 18 Abr 2017 (AFP) - O corte de impostos e outros estímulos prometidos pelo presidente Donald Trump poderiam ampliar o déficit fiscal e alimentar a inflação nos Estados Unidos, o que exigiria acelerar o aumento das taxas de juros, afirma o Fundo Monetário Internacional (FMI).

A advertência do FMI coincide com a divulgação da estimativa de crescimento de 2,3% este ano e 2,5% em 2018 para a maior economia do planeta, um ritmo igual ao anunciado na edição de janeiro do relatório da instituição financeira.