Bolsas

Câmbio

Governo grego e credores retomam negociações em Atenas

Atenas, 25 Abr 2017 (AFP) - O governo grego e os representantes dos credores voltaram a retomar as discussões em Atenas sobre a auditoria das finanças públicas do país, cuja aprovação é necessária para desbloquear uma nova parcela do resgate, anunciou o ministério grego das Finanças.

Depois de meses de diferenças sobre as reformas pedidas pelos credores, Atenas quer agora chegar a um acordo o mais rápido possível já que o reembolso de mais de 7 bilhões de euros, a maioria para o Banco Central Europeu, vence em meados de julho.

As negociações começaram às 14H00 GMT (11H00 horário de Brasília), segundo o ministério grego das Finanças.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, acredita que um acordo será concluído antes "de 22 de maio".

"Conseguimos um acordo político durante o último Eurogrupo (reunião de ministros das Finanças da zona do euro) em Malta e vamos ter um acordo técnico antes de 22 de maio", assegurou Tsipras em uma entrevista na rede de televisão Antena1 nesta terça-feira.

No dia 7 de abril, o Eurogrupo conseguiu chegar a um acordo de base com Atenas, que abriu espaço para a retomada das negociações.

Na segunda-feira à tarde, o porta-voz da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, anunciou em Bruxelas a retomada das negociações de Atenas, que durarão "alguns dias".

Após meses de adiamentos, o governo grego teve que ceder recentemente às exigências de seus credores - zona do euro, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI)- de novos cortes nas aposentadorias em 2019, o que permitiu retomar as discussões em Atenas depois de ser interrompidas no final de março.

bur-jph/hec/od/pg/bc/es/cc

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos