Uber se une a empresas como Embraer para criar carros voadores

San Francisco, 26 Abr 2017 (AFP) - Em parceria com empresas da indústria aeroespacial, como a brasileira Embraer, o Uber anunciou nesta terça-feira o plano de construir e disponibilizar sistemas de carros voadores para transportar pessoas nas cidades, com o objetivo de apresentar projetos demonstrativos em 2020.

A empresa, gigante mundial do serviço de transporte compartilhado, anunciou uma série de parcerias para fabricar veículos "de decolagem e pouso vertical" (VTOL, na sigla em inglês), e desenvolver redes que disponibilizem estes carros para passageiros, em um sistema apelidado de 'Uber Elevate'.

As cidades-parceiras que trabalham com a Uber neste projeto são Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e Dallas-Fort Worth, no Texas.

"A meta destas parcerias é desenvolver uma nova rede VTOL sob demanda para habilitar clientes no futuro a conseguir, com o apertar de um botão, um voo de alta velocidade nas cidades e arredores", anunciou o Uber em um comunicado.

O anúncio foi feito durante uma conferência celebrada na região de Dallas com parceiros do projeto.

"O que começou como uma simples pergunta, 'por que eu não posso apertar o botão e conseguir um carro?' virou, para o Uber, uma busca apaixonada pelo pináculo da mobilidade urbana, a redução do congestionamento e da poluição dos transportes, devolvendo o tempo às pessoas, liberando imóveis dedicados a vagas de estacionamento e fornecendo acesso à mobilidade em todos os cantos de uma cidade", disse o chefe de produtos do Uber, Jeff Holden.

"A aviação urbana é o próximo passo natural para o Uber nesta busca, e é por isso que estamos trabalhando para transformar em realidade o 'aperte um botão, consiga um voo'", prosseguiu.

O objetivo do Uber é obter a primeira rede de demonstração em Dubai para a Exposição Mundial de 2020 nesta cidade e outro projeto-piloto em Dallas no mesmo ano, antes de "operações em larga escala" na região do Texas em 2023.

O anúncio foi feito um dia depois de a startup dedicada ao 'carro voador', Kitty Hawk, do Vale do Silício, apoiada pelo cofundador do Google, Larry Page, divulgar um vídeo de seu protótipo aéreo e anunciar planos para apresentar uma "máquina voadora pessoal" este ano.

Os planos do Uber parecem mais ambiciosos e incluem parcerias com a americana Bell Helicopter, a fabricante brasileira de aeronaves Embraer e a eslovena Pipistrel para produzir máquinas voadoras para operações urbanas de curta distância.

"A rede Elevate, do Uber, é uma oportunidade animadora para a Bell Helicopter ajudar a transformar a forma como as cidades deslocam pessoas e produtos no futuro", disse o presidente e diretor-executivo da Bell, Mitch Snyder, em um comunicado.

O CEO da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva, enalteceu a "oportunidade única de complementar o conhecimento do transporte aéreo de uma companhia de transporte terrestre visionária e revolucionária".

O plano do Uber também incluir realizar parcerias para a criação de "vertiportos" para veículos voadores decolarem e pousarem verticalmente. Espera-se que os veículos sejam majoritariamente elétricos.

soe-rl/oh/mvv

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos