Fed mantém juros e considera crescimento fraco dos EUA passageiro

Washington, 3 Mai 2017 (AFP) - O Federal Reserve (Fed) dos Estados Unidos manteve intacta nesta quarta-feira a taxa de juros e considerou "transitório" a desaceleração da maior economia mundial no primeiro trimestre.

Como os analistas esperavam, os juros foram mantidos entre 0,75% e 1%, segundo o comunicado emitido após a reunião de dois dias do comitê de política monetária do Fed (FOMC).

O texto que explica a decisão parece fortalecer a perspectiva de outros dois aumentos ao longo deste ano, provavelmente em junho ou setembro.

Segundo o FOMC, o tímido crescimento do primeiro trimestre, quando o PIB obteve uma expansão de 0,7%, a menor em três anos, foi algo ocasional. O FOMC enfatizou que o mercado de trabalho e a contratação continuam sólidos.

"O Comitê observa a desaceleração do crescimento no primeiro trimestre como algo provavelmente transitório e continua esperando que, com graduais ajustes na política monetária, a atividade econômica se expanda a um ritmo moderado", disse o comunicado.

"O mercado de trabalho continua fortalecendo-se enquanto o crescimento da atividade econômica diminuiu", afirma o FOMC, que destaca "sólidos" aumentos no emprego e uma nova queda da taxa de desemprego, que atualmente é de 4,5%.

Os dados de abril do mercado de trabalho serão divulgados na sexta-feira. Os analistas esperam um aumento da criação de empregos a 180.000 mesmo com expectativas de que o desemprego suba um pouco, a 4,6%.

O Fed aumentou os juros em março e em dezembro diante da criação de postos de trabalhos e da pressão altista dos preços.

Esses aumentos também foram decididos em meio a onda de otimismo gerada pela chegada de Donald Trump à Casa Branca com a promessa de aumentar o gasto em infraestrutura e cortar impostos, a fim de estimular o crescimento econômico dos Estados Unidos.

Mas o Fed não deu pistas sobre novos aumentos nessa quarta-feira e repetiu o que tem sido constante em seus pronunciamentos: "O Comitê espera que as condições econômicas evoluem de maneira que assegurem graduais aumentos dos juros".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos