Bolsas

Câmbio

Família Kushner pede desculpas por citar genro de Trump a investidores chineses

Nova York, 8 Mai 2017 (AFP) - A empresa imobiliária familiar de Jared Kushner, Kushner Companies, pediu desculpas nesta segunda-feira por mencionar o genro e assessor de Donald Trump ante investidores chineses em uma apresentação de um de seus projetos no fim de semana, em uma possível violação das regras sobre os conflitos de interesse.

A irmã de Jared Kushner, Nicole Kushner Meyer, mencionou seu irmão no sábado ante investidores chineses reunidos em Pequim, aos quais solicitou 150 milhões de dólares para um projeto imobiliário de apartamentos de luxo em Jersey City, em Nova Jersey (leste).

"Meyer queria dizer claramente que seu irmão abandonou suas funções na empresa em janeiro e não tem nada a ver com este projeto", afirmou nesta segunda-feira a Kushner Companies em um comunicado.

"A Kushner Companies pede desculpas se esta menção de seu irmão pode ter sido interpretada como uma tentativa de seduzir os investidores. Não era sua intenção", acrescentou.

Os jornais The New York Times e The Washington Post ressaltaram neste fim de semana a referência a Jared Kushner na apresentação de sua irmã, e interpretaram que é contrária à decisão do marido de Ivanka Trump de evitar qualquer conflito de interesse ao se retirar da empresa familiar.

Kushner, que como o presidente Trump fez fortuna no negócio imobiliário, anunciou em janeiro, pouco antes de sua designação como alto conselheiro da Casa Branca, que abandonava seu posto de direção na empresa familiar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos