Bolsas

Câmbio

EUA descartam proibir laptops em voos da Europa

Washington, 30 Mai 2017 (AFP) - Os responsáveis de segurança aérea nos Estados Unidos voltaram atrás da decisão de proibir, por enquanto, os computadores portáteis nos voos procedentes da Europa, para evitar que o grupo Estado Islâmico (EI) escondesse bombas em equipamentos eletrônicos.

O Departamento de Segurança Interna informou que essa proibição, atualmente em vigor para os voos que chegam aos Estados Unidos do Oriente Médio, poderá ser implementada, "se a Inteligência e o nível de ameaças justificarem".

O secretário de Segurança Interna, John Kelly, fez o anúncio depois de falar por telefone com os comissários europeus do Interior, Dimitris Avramopoulos, e dos Transportes, Violeta Bulc.

No domingo (28), o mesmo secretário havia declarado ao canal Fox que as autoridades americanas estavam dispostas a proibir os computadores portáteis em todos os voos com destino aos Estados Unidos por causa de uma "ameaça real".

"Há uma ameaça real (...). É realmente a obsessão dos terroristas: abater um avião em voo, particularmente um avião em voo, particularmente um avião americano, cheio de americano a bordo", declarou Kelly.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos