Qatar Airways quer comprar 10% da American Airlines

Nova York, 22 Jun 2017 (AFP) - A Qatar Airways pretende adquirir cerca de 10% do capital da companhia americana American Airlines, anunciou esta última em um documento dirigido nesta quinta-feira à SEC, o organismo de regulação financeira dos Estados Unidos.

De acordo com a mesma fonte, a companhia do Catar tem a intenção comprar pelo menos 808 milhões de dólares em ações da American Airlines em circulação.

A American Airlines lembrou, contudo, que qualquer investidor que queira adquirir mais de 4,75% de seu capital deve receber previamente a autorização de seu conselho administrativo.

"O investimento proposto pela Qatar Airways não foi solicitado pela American Airlines e de modo algum isso implicará mudar a integração do comitê de direção, nem a governança, gerência e direção estratégica", disse a companhia americana em sua nota às autoridades.

A Qatar Airways, por sua vez, disse que não vai além dessa quantidade sem a devida autorização e que cumprirá todas as obrigações impostas pelas regulamentações.

"A Qatar Airways vê uma sólida possibilidade de investimento na American Airlines," disse a empresa em seu comunicado.

A oferta em meio a uma tensão entre o Catar e seus vizinhos Arábia Saudita, Bahrein e Emirados Árabes Unidos, que acusam Doha de apoiar o Irã e grupos extremistas e que suspenderam todos os voos que tenham o Catar como local de destino ou partida.

A Qatar Airways minimiza o impacto da disputa em seus negócios e no dia 14 de junho disse que a "ampla maioria" de sua rede de voos não estava sendo prejudicada. Analistas indicaram que a rentabilidade da companhia poderá ser abalada em caso de prolongamento da crise.

No Salão Aeronáutico Internacional de Paris, a Qatar Airways foi premiada com a melhor companhia aérea do mundo no atendimento ao passageiro, um reconhecimento muito buscado pelas companhias.

Akbar al-Baker, chefe-executivo da Qatar Airways, aproveitou a premiação para mandar um recado aos rivais regionais de sua companhia.

"Nesses tempos difíceis de proibições ilegais de voos impostas por grandes valentões, este prêmio não é para mim, nen para minha companhia, e sim para o meu país", disse.

A Qatar Airways já tem participação em outras companhias estrangeiras; incluindo o grupo International Consolidated Airlines Group, ao qual pertence a British Airways.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos