ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Caixa eletrônico completa 50 anos, sem perder o posto

27/06/2017 11h33

Londres, 27 Jun 2017 (AFP) - Há 50 anos, e pela primeira vez em todo mundo, uma máquina liberava dinheiro em uma rua em Londres: nascia o caixa eletrônico, equipamento que sobreviveu à popularidade dos pagamentos com cartão.

Em 27 de junho de 1967, o comediante inglês Reg Varney sacava a primeira nota de um caixa eletrônico. A imagem desse rosto familiar entre os britânicos ajudou a popularizar essa máquina estranha, criada por John Shepherd-Barron.

A pedido do banco britânico Barclays, Shepherd-Barron inventou e fabricou seis distribuidores de cédulas. O primeiro deles foi instalado em Enfield, no norte da capital britânica.

O surgimento dessa máquina permitiu aos clientes dispor de dinheiro a qualquer momento, sem enfrentar filas nos bancos. Rapidamente, espalhou-se pelo mundo.

No começo, os clientes precisavam de um vale expedido pelo banco para retirar o valor em espécie. Em breve, já nos anos 1970, chegariam os cartões e as senhas.

"Embora, nos últimos anos, se tenha visto um decolar impressionante do banco on-line e dos pagamentos on-line, o dinheiro vivo continua sendo parte da vida cotidiana: seja para fazer compras, seja para pagar um café", afirmou o responsável pelo setor de relacionamento com clientes do Barclays, Raheel Ahmed.

Em dezembro de 2016, os clientes britânicos bateram um recorde absoluto de retiradas, sacando nos caixas eletrônicos - em um único dia - cerca de 730 milhões de libras (algo em torno de US$ 930 milhões).

pn-al/age/tt

BARCLAYS

Mais Economia