Petróleo cai e fecha abaixo dos US$ 50

Nova York, 1 Ago 2017 (AFP) - O petróleo caiu nesta terça-feira em Nova York, fechando abaixo dos 50 dólares que tinha alcançado na segunda, por causa da realização de lucros após as altas registradas na última semana.

O barril de "light sweet crude" (WTI) recuou 1,01 dólar, a 49,16 dólares, nos contratos para setembro negociados no New York Mercantile Exchange (Nymex).

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para outubro caiu 87 centavos, a 51,78 dólares.

A queda em Nova York veio apenas um dia depois de o barril passar os 50 dólares pela primeira vez desde maio, após um mês que registrou os maiores avanços de preços do ano.

Indicadores americanos com resultados mistos "serviram para disparar a realização de lucros" nesta terça, explicou Mike Lynch da Strategic Energy & Economic Research.

James Williams, analista da WTRG, concordou e apontou que a falta de sanções petroleiras dos Estados Unidos à Venezuela também afetou os preços.

"A única razão que eu encontro (para a queda) é uma reação à ausência de um embargo no setor do petróleo dos Estados Unidos à Venezuela, algo que os investidores temiam na segunda", opinou Williams.

Na segunda-feira, os Estados Unidos congeleram ativos do presidente venezuelano Nicolás Maduro após considerá-lo um "ditador".

Uma eventual interdição das exportações de petróleo para a Venezuela, necessárias para o país manter seu sistema petrolífero operando, ou até mesmo a suspensão das importações teria influenciado os preços.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos