Bolsas

Câmbio

Al-Qaeda recua em província petroleira no Iêmen

Adem, 7 Ago 2017 (AFP) - Uma força de elite iemenita assumiu o controle de Chabwa e de sítios petroleiros dessa província do sul do país, de onde os combatentes da Al-Qaeda fugiram - declararam autoridades militares locais nesta segunda-feira (7).

Treinada pelos Emirados Árabes Unidos, essa equipe também conta com o apoio dos EUA.

Os extremistas evitaram confrontos diretos, preferindo um recuo tático. Uma coluna de cerca de 45 veículos foi vista por habitantes da região, dirigindo-se para a província vizinha de Abyan, que fica mais a oeste.

A operação posta em marcha pela força de elite iemenita não encontrou grande resistência, com a única exceção de um ataque suicida cometido na última quarta (2). Foi nesse dia que a ofensiva começou.

Atribuído à Al-Qaeda, esse ataque teve como alvo uma posição que havia sido recuperada pelo Exército iemenita. Nele, sete soldados morreram, e outros nove ficaram feridos, de acordo com o último balanço divulgado por fontes das forças militares do Iêmen.

A província de Chabwa tem uma importância estratégica fundamental para o governo do presidente iemenita, Abd Rabo Mansur Hadi, em conflito com os rebeldes xiitas huthis. Estes últimos controlam o norte do país, incluindo a capital Sanaa.

Em Chabwa, há várias jazidas de petróleo e gás. É nesta área que está localizado o terminal de gás de Belhaf - a mais importante usina energética do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos