China: importações crescem menos que o esperado; superavit comercial aumenta

Pequim, 8 Ago 2017 (AFP) - As importações e exportações da China registraram uma inesperada moderação em julho e o superavit da balança comercial aumentou, o que provoca dúvidas sobre a demanda interna do gigante asiático.

As importações da China, que disputa com os Estados Unidos o título de maior potência econômica do planeta, aumentaram 11% em julho na comparação com o mesmo mês em 2016, totalizando 146 bilhões de dólares, anunciou o governo.

O resultado é muito inferior ao salto de 17,2% registrado em junho e muito inferior às expectativas de analistas consultados pela agência Bloomberg, que projetavam um avanço de 18%.

As exportações também registraram desaceleração em julho, com alta de 7,2%, a 193,65 bilhões de dólares.

O nível também ficou abaixo das previsões, pois os analistas acreditavam em um crescimento estável de 11%.

O superavit da balança comercial chinesa cresceu a 46,7 bilhões de dólares em julho, contra 42,76 bilhões no mês anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos