Bolsas

Câmbio

Chinês detido por viajar com os braços do irmão em sua bagagem

Xangai, 8 Ago 2017 (AFP) - Um homem foi detido em uma estação rodoviária na China depois que a polícia encontrou dois braços humanos em sua bagagem durante um controle de segurança.

O protagonista da história incomum, no entanto, provavelmente não terá que enfrentar a justiça.

O homem de 50 anos se preparava para embarcar em um ônibus na semana passada na estação de Duyun, uma pequena cidade de Guizhou (sudoeste da China), quando as autoridades fizeram a descoberta macabra, informou o jornal regional Chongqing Chenbao.

Detido como suspeito de assassinato, o homem explicou que os membros pertenciam a seu irmão, que sofreu uma amputação após uma eletrocussão acidental.

A tradição na China pede o sepultamento ou cremação do cadáver com todas as partes do corpo, para assegurar a integridade da pessoa na vida após a morte.

O irmão do passageiro havia solicitado que ele transportasse os braços amputados a seu vilarejo natal para garantir a preservação ante a perspectiva futura de seu funeral.

A polícia liberou o homem, depois que comprovou a veracidade de suas explicações com um hospital local.

O homem não deve ser julgado, mas provavelmente receberá uma punição administrativa em forma de multa, pois é proibido transportar órgãos ou pedaços de corpos humanos em meios públicos "por razões de higiene".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos