Bolsas

Câmbio

Wall Street volta a cair em meio a tensões com a Coreia do Norte

Nova York, 10 Ago 2017 (AFP) - Wall Street fechou esta quinta-feira com forte baixa, abalada pela troca de acusações entre o presidente americano Donald Trump e a Coreia do Norte: o Dow Jones recuou 0,93% e o Nasdaq 2,13%.

Segundo os resultados definitivos, o índice industrial Dow Jones perdeu 204,69 pontos, a 21.844,01 unidades, e o tecnológico Nasdaq caiu 135,46 pontos, a 6.216,87 unidades. O S&P 500 teve queda de 1,45%, a 2.438,21 unidades.

Os três tiveram sua pior sessão desde meados de maio.

Outro sinal do nervosismo na Bolsa de Nova York, o índice VIX, conhecido como índice do medo, subiu mais de 40% para alcançar o pico registrado em 17 de maio, quando a imprensa americana fez as primeiras acusações à tentativa de obstrução de justiça por Donald Trump.

Desta vez "a queda foi provocada pela incerteza criada pela crise norte-coreana", explicou Alan Skrainka, do Cornerstone Wealth Management.

"Se o mercado realmente achasse que a reação norte-coreana seria iminente, creio que cairia bem mais", completou o especialista.

O índice S&P 500 subiu cerca de 9% desde o começo do ano, e o Dow Jones tinha encadeado, até segunda-feira, uma série de nove recordes seguidos.

O mercado de títulos teve leve alta: às 20H20 GMT (17H20 em Brasília) o rendimento dos bônus do Tesouro americano a 10 anos caía a 2,201%, contra 2,248% de quarta-feira à noite, e os bônus a 30 anos recuava a 2,778%, contra 2,824%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos