Wall Street fecha em forte baixa, preocupada com política nos EUA

Nova York, 17 Ago 2017 (AFP) - Wall Street fechou em baixa nesta quinta-feira, com investidores preocupados porque os problemas políticos do presidente americano Donald Trump estão atrasando suas prometidas reformas econômicas.

O índice industrial Dow Jones recuou 1,24%, a 21.750,73 unidades, o tecnológico Nasdaq cedeu 1,94%, a 6.221,91 unidades, e o S&P 500 caiu 1,54%, a 2.430,01 unidades.

O anúncio da dissolução de conselhos de assessores da Casa Branca integrados por influentes executivos "provocou muita inquietação entre os investidores", disse Adam Sarhan da empresa 50 Park Investment.

"Essa é a primeira vez desde a chegada ao poder de Trump em que há uma ruptura entre ele e os meios empresariais", explicou.

Os mercados também ficaram um pouco alarmados nesta quinta-feira por rumores de uma eventual demissão do chefe de conselheiros econômicos da Casa Branca Gary Cohn.

O ex-diretor do banco Goldman Sachs, Cohn é avaliado como um fator de estabilidade em uma administração com dificuldades. Atualmente, estava trabalhando na reforma do sistema de impostos, algo muito esperado pelas corporações. O mercado ficou um pouco aliviado quando a Casa Branca disse que Cohn vai manter suas funções.

"Se o presidente perder o apoio de seus próprios aliados, vai ser muito difícil estabelecer regras", advertiu Art Hogan da Wunderlich Securities.

O mercado de títulos estava em alta. O rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caía a 2,189% contra 2,224% de quarta-feira, e o dos bônus a 30 anos recuava a 2,775%, ante 2,807% na véspera.

jum/jld/gm/cd/ll/mvv

GOLDMAN SACHS GROUP

CISCO SYSTEMS

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos