Bolsas

Câmbio

Wall Street cai após ameaças de Trump sobre muro com México

Nova York, 23 Ago 2017 (AFP) - Wall Street fechou em baixa nesta quarta-feira, um dia depois de o presidente Donald Trump dar a enteder que pode deixar o governo americano paralisar se o Congresso não autorizar o pagamento do muro na fronteira com o México.

Especialistas também apontaram que muitos investidores realizaram seus lucros após as fortes altas registradas nesta terça-feira.

O índice industrial Dow Jones teve queda de 0,40%, a 21.812,09 unidades, o tecnológico Nasdaq recuou 0,30%, a 6.278,41, e o S&P 500 caiu 0,35%, a 2.444,04 unidades.

Todo o entusiasmo da última sessão caiu por terra nesta quarta-feira, depois do pronunciamento de Trump em Phoenix, no Arizona, em que o presidente criticou a imprensa e reforçou seu interesse de construir um muro para conter a imigração mexicana, mesmo se o preço for "ter que fechar o governo".

"O medo de novas disfunções políticas pode ter influenciado no comportamento do mercado hoje", disse Bill Lynch, diretor da Hinsdale Associates.

Analistas também estão à espera dos resultados de um simpósio de membros de bancos centrais e acadêmicos que será realizado nesta sexta-feira, a pedido do Federal Reserve.

O mercado de título estava em alta: às 20H20 GMT (17H20 em Brasília), o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caía a 2,164%, contra 2,213% de terça-feira, e o dos bônus a 30 anos recuava a 2,745%, ante 2,785% da véspera.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos