PUBLICIDADE
IPCA
+0,25 Jan.2021
Topo

Polônia quer construir canal até o Báltico para evitar águas russas

19/10/2017 19h49

Varsóvia, 19 Out 2017 (AFP) - O governo polonês anunciou nesta quinta-feira (19) um projeto de construir um canal no delta do Vístula, que abra um acesso direto ao mar Báltico, sem ter que passar por águas territoriais russas.

As obras devem começar no fim de 2018 e terão um custo de 210 milhões de euros.

Atualmente, para chegar a alto-mar, as embarcações que zarpam do porto polonês de Elblag devem navegar margeando uma porção de terra que pertence em parte à Polônia e em parte à Rússia, e pedir autorização de passagem a este país, com o qual Varsóvia mantém relações frequentemente tensas.

"A construção do canal é uma das prioridades do governo", afirmou nesta quinta-feira o ministro polonês de Mar e Transportes Fluviais, Marek Grobarczyk, durante um encontro com deputados e funcionários municipais, dedicado a este projeto "estratégico".

Segundo afirmou, o financiamento do projeto será inscrito nos próximos orçamentos do governo conservador da primeira-ministra Beata Szydlo.

"A construção do canal é crucial para o desenvolvimento do porto já existente e permitirá desenvolver a economia de toda a região", declarou o diretor do porto marítimo de Elblag, Arkadiusz Zglinski, citado pela agência PAP.

O porto esportivo de Elblag, construído com recursos europeus, é muito pouco visitado pelos turistas do velho continente, devido às restrições impostas pela Rússia.