PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

UE adia votação sobre a renovação de licença do glifosato

25/10/2017 08h31

Bruxelas, 25 Out 2017 (AFP) - Os analistas dos países europeus adiaram nesta quarta-feira a votação sobre a renovação da licença de glifosato na União Europeia, informou a Comissão Europeia, que anunciará uma nova data em breve para um pronunciamento sobre o polêmico herbicida.

"Ao final da reunião, não aconteceu a votação. A Comissão tomou conhecimento das posições das diferentes delegações e anunciará em breve a data da próxima reunião", afirmou o Executivo comunitário.

A licença do glifosato expira no fim de 2017, mas as propostas do Executivo comunitário para sua renovação não conseguiram convencer até o momento o mínimo de 16 países com pelo menos 65% da população.

"Impossível um entendimento sobre a proposta da Comissão", tuitou o ministério dinamarquês do Meio Ambiente.

A proposta inicial de Bruxelas para esta quarta-feira era votar uma renovação por 10 anos, um período que tinha a oposição da França, Itália e Áustria. Paris se mostrou aberta, no entanto, a votar a favor com um período menor.

Em um anúncio inesperado, a Comissão reduziu na terça-feira as expectativas sobre o glifosato, mostrando-se aberta a um período de autorização menor: de cinco a sete anos.

A reunião em Bruxelas é um novo capítulo da saga do glifosato que já dura dois anos. Em 2016, a Comissão decidiu prolongar até o fim de dezembro de 2017 a atual licença, depois que não conseguiu convencer 28 países do bloco sobre a renovação do herbicida, o mais usado na UE.

PUBLICIDADE