Bolsas

Câmbio

Hong Kong: arranha-céu é vendido por mais de US$ 5 bi

Hong Kong, 1 Nov 2017 (AFP) - Um arranha-céu de Hong Kong, de propriedade do magnata Li Ka-shing, um dos homens mais ricos da Ásia, foi vendido pelo valor recorde de 5,150 bilhões de dólares, anunciou a empresa nesta quarta-feira (1).

Há algumas semanas corriam boatos sobre a venda desse arranha-céu de 73 andares, o quinto mais alto da cidade, situado no barulhento centro de Hong Kong.

A companhia CK Asset Holdings de Li confirmou em comunicado enviado à Bolsa de Hong Kong que a venda de sua participação nesse edifício alcançou os 40,2 bilhões de dólares de Hong Kong (5,150 bilhões de dólares), um recorde para um prédio comercial na localidade, segundo a agência financeira Bloomberg.

Segundo o comunicado, o comprador é C.H.M.T. Peaceful Development Asia Property Limited, registrado nas Ilhas Virgens Britânicas.

Este consórcio é uma estrutura criada especialmente para essa aquisição, detalhou a CK Assets em sua nota.

Sua principal acionista é a China Energy Reserve and Chemicals Group, com sede na China, informou o jornal chinês South China Morning Post, citando fontes próximas à transação.

Os preços dos edifícios residenciais e comerciais de Hong Kong dispararam devido ao interesse dos investidores e empresários da China continental.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos