Bolsas

Câmbio

Standard and Poor's reduz nota da dívida venezuelana

Washington, 4 Nov 2017 (AFP) - A agência de classificação de risco Standard and Poor's informou nesta sexta-feira que reduziu a nota da dívida da Venezuela, antecipando um provável default após o presidente Nicolás Maduro anunciar sua reestruturação e refinanciamento.

A decisão ocorre após uma medida no mesmo sentido dotada pela agência Fitch também nesta sexta-feira.

Com a redução da nota da Venezuela de CCC- para CC, a S&P considera que a dívida de Caracas em divisas estrangeiras está praticamente em default, com alguma possibilidade de recuperação.

S&P justifica sua decisão pelo fato de que o Estado venezuelano poderá não honrar um vencimento ou não apresentar uma proposta de reestruturação da dívida.

A Venezuela convocou seus credores nesta sexta-feira para uma reunião em 13 de novembro, em Caracas, a fim de dar início a uma renegociação da dívida externa, estimada em cerca de 150 bilhões de dólares.

Além da Standard and Poor's, outra agência de classificação de risco, a Fitch, reduziu nesta sexta a classificação da dívida venezuelana, de "CC" para "C", com base nas "ausências de pagamento prévias", o que "torna um descumprimento de pagamentos altamente provável".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos