Bolsas

Câmbio

Pastoral da Terra homenageia padre francês defensor dos 'sem terra'

Rio de Janeiro, 27 Nov 2017 (AFP) - A Comissão Pastoral da Terra (CPT) homenageou nesta segunda-feira o padre francês Henri Burin des Roziers, conhecido como o "advogado" dos trabalhadores rurais sem terra, que faleceu no domingo, em Paris, aos 87 anos.

Atuando no Brasil entre 1978 e 2013, o padre francês defendeu os trabalhadores rurais ameaçados pelos grandes proprietários de terra no norte do Brasil, na fronteira com a floresta amazônica.

"O padre Henri des Roziers esteve presente não apenas nos acampamentos de ocupação de terras que têm o seu nome, mas também entre os pequenos camponeses que lutavam diariamente na defesa de seus direitos", destacou a Pastoral da Terra.

Advogado, o padre dominicano que participou do movimento de maio de maio de 1968 em Paris, chegou ao Brasil dez anos depois, em plena ditadura militar, com a missão de utilizar seus conhecimentos jurídicos para ajudar camponeses ameaçados de expulsão de suas terras.

"Foi ameaçado de morte, mas sempre mostrou uma grande coragem e uma forte personalidade. Era um símbolo da luta pela terra", disse à AFP Paulo César Moreira, um dos líderes nacionais do CPT. "Sua contribuição foi única, graças à sua ajuda jurídica numerosos pequenos fazendeiros conseguiram vencer causas contra grandes proprietários" de terras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos