Bolsas

Câmbio

Pilotos da Ryanair convocam greve em Irlanda, Itália e Alemanha

Londres, 12 dez 2017 (AFP) - Os pilotos da Ryanair na Alemanha e na Irlanda anunciaram, nesta terça-feira, que vão entrar em greve, somando-se aos italianos.

A greve dos irlandeses está prevista para 20 de dezembro, anunciou o sindicato Impact, enquanto a dos italianos será no dia 15 e a dos alemães ainda não tem data.

O poderoso sindicato de pilotos da Alemanha disse que seus afiliados da companhia "low cost" farão greve para reclamar melhores salários e condições de trabalho, apesar de insistirem que não vão atrapalhar os voos para o recesso de Natal.

Os pilotos "anunciam uma greve na Ryanair", informou o sindicato Cockpit pelo Twitter, enquanto seu presidente, Ilja Schulz, alertou a companhia irlandesa de que essa é "uma última oportunidade" de se sentar e negociar.

A empresa, que já cancelou 20 mil voos marcados entre setembro de 2017 e março de 2018 devido à falta de pilotos, disse não ter sido notificada da greve.

Os sindicatos reclamam há muito tempo que a Ryanair não oferece aos pilotos as condições normais do setor.

Apesar das dificuldades, a companhia manteve sua expectativa de lucro líquido anual para 2017, que é de entre 1,4 bilhão e 1,45 bilhão de euros.

A empresa do polêmico diretor Michael O'Leary é a número um da Europa em número de passageiros transportados, com 131 milhões ao ano, segundo seus dados.

burs/al-tgb-bcp/age/ll

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos