ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Petróleo fecha em seu nível mais alto em dois anos e meio

26/12/2017 19h37

Nova York, 26 dez 2017 (AFP) - O preço do petróleo chegou nesta terça-feira, em Nova York, ao seu nível mais alto em dois anos e meio, após a explosão de um oleoduto na Líbia.

O barril do light sweet crude (WTI) para entrega em fevereiro teve alta de 1,50 dólar, a 59,97 dólares, no New York Mercantile Exchange, após ter superado a barreira dos 60 dólares pela primeira vez desde de 25 de junho de 2015.

Em Londres, o barril do Brent do Mar do Norte para entrega em fevereiro fechou a 67,02 dólares no Intercontinental Exchange (ICE), uma alta de 1,77 dólar sobre o fechamento de sexta, um recorde em dois anos e meio, após alcançar um ápice de 67,10 dólares, pela primeira vez desde 18 de maio de 2015.

Esses novos recordes são "a combinação de vários fatores, mesmo que a informação do dia ainda seja a explosão na Líbia", disse Phil Flynn do Price Futures Group.

Uma explosão aconteceu nesta terça-feira em um importante oleoduto que transporta o petróleo do sul da Líbia para um terminal no norte do país, causando uma queda na produção de mais de 70 mil barris por dia, lamentou a National Oil Company (NOC).

A Líbia produz cerca de um milhão de barris por dia, mas o país é afetado pela sabotagem, pelos protestos por aumentos salariais, ou por mobilizações políticas.

Esta explosão "aumenta os temores sobre o fornecimento de petróleo no mundo, dado que o oleoduto Forties na Europa ainda está parado", explicou Flynn.

A Ineos, operadora do oleoduto do Mar do Norte, que costuma transportar mais de 400 mil barris de petróleo por dia, emitiu um comunicado na segunda-feira anunciando que ele será reaberto no início de janeiro, após a realização de testes.

"O excesso de oferta que vemos há vários meses já parou", disse Flynn.

Mais Economia