Setor financeiro de Londres está otimista com transição pós-Brexit

Londres, 8 Jan 2018 (AFP) - O distrito financeiro de Londres está otimista com a chance de um acordo de transição para o Brexit seja acertado nos próximos meses, afirmou o seu representante da União Europeia à AFP nesta segunda-feira.

"Londres está razoavelmente otimista acerca de um acordo de transição ser alcançado em breve", afirmou Jeremy Browne, representante especial da cidade na UE.

A primeira-ministra britânica Theresa May se comprometeu a tentar um acordo de transição de dois anos para depois da saída do Reino Unido da UE, em março de 2019.

"Parece haver um consenso razoável tanto do lado da UE, quanto do Reino Unido, de que uma transição é desejável e necessária. Esperamos que possa ser alcançado em alguns meses", disser Browne em entrevista.

May quer que a Grã-Bretanha deixe o mercado único e a união aduaneira enquanto acerta uma nova parceria econômica com o bloco.

Contudo, o chefe de negociação da UE, Michel Barnier, alertou que qualquer acordo resultaria na perda dos direitos de bancos e empresas financeiras britânicos de fazer transações em todo o bloco.

Browne indicou estimativas de que entre 5 mil e 10 mil empregos do setor financeiro do Reino Unido serão perdidos devido ao Brexit.

Mas ele acrescentou que "os cenários mais apocalípticos não se materializaram em termos de perdas de emprego em Londres. E não se materializarão", afirmou, confiante de que "Londres permanecerá com folga como o grande centro financeiro global para a Europa".

Ele acrescentou: "Londres está permanentemente sujeita a mudanças perturbadoras, esteve por centenas de anos e estará no futuro".

jbo-bcp/jh/ll

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos