ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Apesar de otimismo, falta de mão de obra preocupa empresas nos EUA

17/01/2018 18h15

Washington, 17 Jan 2018 (AFP) - As empresas dos Estados Unidos estão otimistas acerca de suas perspectivas para 2018, mas a dificuldade de encontrar mão de obra qualificada dificulta o crescimento de algumas, disse um informe do Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano) divulgado nesta quarta-feira (17).

O mercado próximo ao pleno emprego está provocando aumentos salariais em diversas indústrias, indicou o relatório do Fed conhecido como Livre Bege, pela cor da sua capa. Algumas empresas esperam ter que aumentar os salários nos próximos meses.

"Os informes das 12 regiões federais indicam que as empresas mantêm sua expansão desde o fim de novembro e até o fim do ano", diz o relatório.

Onze das sedes regionais do Fed relataram resultados modestos ou moderados e a de Dallas, um desempenho sólido, indica.

Ele acrescenta que as perspectivas para 2018 "continuam sendo otimistas" para uma maioria dos entrevistados.

Em meados de dezembro, o Fed ampliou sua perspectiva do crescimento do PIB em 2018 a 2,5%, o que significa 0,4% a mais que o que tinha calculado em setembro.

O Livro Bege indica que a maioria das 12 regiões reportaram muita rigidez no mercado de trabalho e dificuldades para encontrar mão de obra qualificada. A situação "foi descrita, em alguns casos, como um freio ao crescimento", afirma.

Para 2018, o Fed estima uma taxa de desemprego de 3,9%, contra 4,1% previstos anteriormente.

Apesar da bonança do mercado de trabalho, os salários aumentam "em ritmo modesto" na maioria das regiões.

Mais Economia