ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Macri diz estar disposto a ajudar Venezuela, desde que haja eleições livres

25/01/2018 14h17

Davos, Suíça, 25 Jan 2018 (AFP) - O presidente argentino Mauricio Macri, garantiu, nesta quinta-feira, no Fórum de Davos que seu país está disposto a ajudar a Venezuela "em tudo que puder", mas pediu antes que sejam realizada eleições livres e transparentes no país.

"[Ajudaremos] em tudo o que pudermos, mas deve haver eleições livres e transparentes o mais rápido possível", disse ele à AFP, respondendo perguntas sobre proposta da Colômbia de lançar um plano econômico de emergência para Venezuela com participação internacional.

O ministro da Fazenda colombiano Mauricio Cárdenas, que também está em Davos, garantiu nesta quarta-feira que o colapso da economia venezuelana é iminente e pediu um plano urgente, com a participação de instituições multilaterais.

Macri fechou nesta quarta uma passagem de pouco mais de um dia por Davos, onde teve diversos encontros com grandes empresários para atrair investimentos para o seu país.

Em um discurso para um seleto grupo de empresários e líderes políticos, Macri disse que a Argentina deixou para trás o "experimento populista", em referência ao governo de sua antecessora Cristina Kirchner.

Ele também se referiu às negociações comerciais longas e complexas entre os países da União Europeia e o Mercosul, que duram quase duas décadas.

"Estamos perto, muito perto", disse Macri, que se reunirá em Paris com o presidente francês, Emmanuel Macron, na sexta-feira. Ele disse esperar "boas notícias" dele sobre o tema.

A França está particularmente preocupada com o impacto do acordo sobre o seu setor agropecuário, e os sindicatos europeus no setor estão empenhados em evitar a inclusão de produtos agrícolas no acordo.

Macri também fez um balanço econômico otimista de sua presidência, com um crescimento esperado de 2,5% do PIB em 2018, de acordo com as últimas projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI).

"Todos ficam surpresos com os resultados alcançados em um período tão curto", afirmou.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia