Bolsas

Câmbio

Governo dos EUA avalia nacionalizar rede 5G

San Francisco, 29 Jan 2018 (AFP) - A entidade reguladora de telecomunicações dos Estados Unidos, a FCC, e as operadoras se opuseram, nesta segunda-feira (29), à possibilidade de uma rede 5G financiada pelo governo federal, uma ideia que, de acordo com alguns veículos de comunicação, está sendo considerada por Washington.

De acordo com o portal de notícias Axios e o Wall Street Journal, que citam uma nota confidencial, funcionários da Casa Branca responsáveis pela segurança nacional estão pressionando para investir dinheiro público na rede ultra rápida de internet móvel 5G, com o objetivo de contrariar ambições chinesas neste setor.

Em uma declaração nesta segunda-feira, o presidente da FCC, Ajit Pai, enfatizou que é "contrário a qualquer ideia de uma rede nacional 5G construída e administrada pelo governo".

De acordo com o funcionário, é "o mercado, e não o governo, que está mais bem posicionado para promover a inovação e o investimento". Qualquer tentativa federal "de construir uma rede 5G nacionalizada seria dispendiosa e contraproducente e nos desviaria das políticas necessárias para futuro de 5G nos Estados Unidos".

O setor de telecomunicações também se mostrou contrário a essa possibilidade. "Nada frearia mais nosso forte impulso, duramente forjado, para sermos líderes mundiais na implantação do 5G do que a chegada do governo federal para construir essas redes", disse Jonathan Spalter, diretor-executivo da empresa USTelecom.

Segundo a nota do Conselho de Segurança Nacional (NSC) citada pela mídia dos Estados Unidos, o governo federal deve estar diretamente envolvido na construção de uma rede "segura".

O NSC está particularmente preocupado com as ambições da China, muito mais avançada no 5G, o que representa uma ameaça para a segurança nacional de acordo com o Conselho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos