ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Fed inicia reunião monetária de dois dias, a última de Yellen

30/01/2018 14h18

Washington, 30 Jan 2018 (AFP) - O Federal Reserve (Fed, o banco central americano) iniciou, nesta terça-feira, uma reunião monetária de dois dias, a última da presidência de Janet Yellen, na qual não deve alterar as taxas de juros.

De acordo com contratos de futuros nos mercados, a probabilidade de uma manutenção das taxas após essa reunião é de 95%.

A democrata de 71 anos termina seu mandato em 3 de fevereiro, depois de ser nomeado pelo ex-presidente Barack Obama. O presidente Donald Trump não renovou seu cargo, como é de praxe.

Seu sucessor será Jerome Powell, ex-banqueiro e advogado republicano de 64 anos que foi governador do Fed por cinco anos. Powell apoiou até agora o aumento progressivo das taxas de juros conduzidas por Yellen.

Esta estratégia visa evitar o superaquecimento da economia e dar ao Fed marcha de manobra para reduzir as taxas em caso de recessão.

Um porta-voz do Fed confirmou que "o Comitê de Política Monetária (FOMC) começou sua reunião às 15h GMT" (13h de Brasília) nesta terça-feira.

A instituição publicará uma declaração na quarta-feira às 17h.

Embora os mercados financeiros não esperem um aumento das taxas de juros, eles estão à espera de sinais do ritmo de recuperação no próximo ano.

É por isso que o vocabulário utilizado pelo Fed na declaração sobre crescimento, impacto do estímulo fiscal e inflação será examinado cuidadosamente.

As taxas de juros estão atualmente em uma faixa de 1,25% a 1,50%.

Mais Economia