Bolsas

Câmbio

Defensoria da UE quer reexaminar contratação de Durão Barroso por Goldman Sachs

Bruxelas, 15 Mar 2018 (AFP) - A defensora do povo da União Europeia (UE), Emily O'Reilly, pediu ao comitê de Ética da Comissão Europeia, nesta quinta-feira (15), que reexamine a contratação de seu ex-presidente José Manuel Durão Barroso por parte do banco de negócios Goldman Sachs.

Há suspeitas de atuação como membro de um grupo de pressão em Bruxelas.

"Os antigos comissários têm o direito de ocupar cargos públicos, mas, como antigos funcionários, também devem se assegurar de que suas ações não minam a confiança dos cidadãos da UE", alega Emily O'Reilly, citando uma reunião entre Barroso e "um vice-presidente da Comissão".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos