ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Citigroup proíbe clientes de vender armas de fogo a menores de 21 anos

22/03/2018 19h05

Nova York, 22 Mar 2018 (AFP) - O banco americano Citigroup proibiu nesta quinta-feira seus clientes de vender armas de fogo a menores de 21 anos, como parte de uma série de medidas a favor do controle de armas no país.

É a primeira vez que uma das grandes empresas listadas em Wall Street adota um posicionamento no debate sobre o controle de armas de fogo nos Estados Unidos, após o assassinato de 17 pessoas em uma escola da Flórida em fevereiro por um jovem de 19 anos com um fuzil semiautomático.

O Citigroup decidiu também proibir seus clientes de vender armas de fogo a indivíduos com antecedentes sem verificação, segundo um documento interno do grupo consultado pela AFP. Também pediu que não vendam mais fuzis de assalto.

"Se eles (os clientes) não adotarem, respeitaremos sua decisão e trabalharemos com eles para transferir seus negócios para outros estabelecimentos fora do Citi", disse o presidente-executivo Michael Corbat, autor da nota interna aos funcionários.

As regras se aplicam a pequenas e grandes empresas, fundos de investimento, sociedades de capital-investimento e titulares de cartões de crédito da Citigroup.

O objetivo é "respeitar os direitos dos proprietários de armas responsáveis por contribuir para que armas não caiam nas mãos erradas", explicou o banqueiro.

O Citigroup indicou que suas medidas entrarão em vigor nos próximos dias e que já começou a informar seus clientes.

lo/vmt/AB/val/ja/ll/cc

CITIGROUP

WAL-MART STORES

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia