Bolsas

Câmbio

Israel abre investigação sobre o Facebook

Jerusalém, 22 Mar 2018 (AFP) - As autoridades israelenses anunciaram nesta quinta-feira a abertura de uma investigação sobre as atividades do Facebook após a polêmica em torno do uso indevido de dados pessoais de milhões de usuários por uma empresa britânica.

A agência israelense para a proteção da privacidade indicou em um comunicado que "informou o Facebook sobre a abertura de uma investigação sobre suas atividades após informações sobre a transferência de dados pessoais do Facebook para Cambridge Analytica".

De acordo com um comunicado do ministério da Justiça, a agência também indicou que investigava "a possibilidade de outros ataques ao direito de respeito pela privacidade dos israelenses".

O escândalo da Cambridge Analytica, acusada de ter usado dados de usuários do Facebook para desenvolver um programa que permitia direcionar mensagens específicas aos eleitores, causou reações em todo o mundo.

O presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, quebrou seu silêncio na quarta-feira e reconheceu que a empresa cometeu "erros" e deveria fazer mais para resolver o problema.

"Temos a responsabilidade de proteger seus dados e, se não pudermos, não merecemos atendê-los", escreveu Zuckerberg.

mjs/cmk/bpe/me-jz/mb/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos