Bolsas

Câmbio

Países desenvolvidos precisam de imigrantes para reforçar mão de obra, diz FMI

Washington, 9 Abr 2018 (AFP) - Os países desenvolvidos deveriam se abrir à mão de obra imigrante para conter a constante redução de sua população ativa e uma eventual desaceleração econômica pelo envelhecimento da população, sugeriu nesta segunda-feira (9) o Fundo Monetário Internacional (FMI).

"Embora receber imigrantes trazer problemas e potencialmente despertar dificuldades políticas, também poderia ser algo benéfico para os países receptores", apontou a entidade um dos documentos anteriores à sua assembleia com o Banco Mundial.

Para os peritos do Fundo, embora existam políticas para integrar melhor setores marginalizados do mercado de trabalho - como mulheres e idosos -, as economias avançadas não poderão combater a retração econômica ativa provocada pelo envelhecimento da força de trabalho.

O documento foi divulgado quando diversas economias desenvolvidas são abaladas por um forte movimento antiimigração.

Esta realidade permitiu o triunfo de uma aliança de ultra direita na Itália e uma nova vitória do nacionalismo na Hungria, enquanto nos Estados Unidos o presidente Donald Trump levanta sua retórica agressiva contra imigrantes.

Na semana passada, Trump anunciou a mobilização de tropas da Guarda Nacional na fronteira com o México para reforçar a vigilância contra a chegada de imigrantes.

A Organização das Nações Unidas já alertou que a população dos países desenvolvidos se reduzirá quase à metade em meados do século atual.

De acordo com o documento do FMI divulgado nesta segunda, as pessoas que integram atualmente a população economicamente ativa terão que sustentar "em poucas décadas" quase o o dobro das pessoas de idade avançada que atualmente.

"Se não houver mais pessoas que participem do mercado de trabalho, o envelhecimento da população poderia frear o crescimento das economias avançadas, e em muitos casos colocar em risco a sustentabilidade de seus sistemas de previdência social", apontou.

"Políticas migratórias mais restritivas exacerbam significativamente o efeito negativo que o envelhecimento da população tem sobre a participação do mercado de trabalho".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos