ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Petrobras registra lucro de 6,9 bilhões de reais no 1º trimestre

08/05/2018 13h17

Rio de Janeiro, 8 Mai 2018 (AFP) -

A Petrobras registrou lucro líquido de 6,960 bilhões de reais no primeiro trimestre de 2018, um aumento de 57% em relação ao mesmo período de 2017, impulsionada pela alta dos preços do petróleo e das vendas de ativos, informou a estatal nesta terça-feira.

É o melhor resultado trimestral desde o início de 2013, quando a empresa, atingida desde então por um grave escândalo de corrupção, havia registrado um lucro líquido de 7,690 bilhões de reais.

A empresa ainda anunciou o pagamento de dividendos - na razão de 5 centavos por ação - para os titulares de ações preferenciais e ordinárias. Essa será a primeira retribuição de capital desde 2014 (pelos lucros obtidos em 2013). A medida foi possibilitada por uma decisão aprovada em abril pela assembleia de acionistas, que autorizou o pagamento de dividendos trimestrais, em vez de anuais.

O resultado anterior ao pagamento de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado foi de 25.669 bilhões de reais (+2%).

"Estamos cumprindo à risca o que prometemos no nosso plano de negócios anunciado em 2016 e o resultado do primeiro trimestre mostra que as escolhas têm sido acertadas e que o esforço tem valido a pena. Com este resultado, consolidamos a trajetória de recuperação da Petrobras", declarou o presidente da empresa, Pedro Parente, em coletiva de imprensa.

Às 11h20, os títulos preferenciais da empresa ganhavam na Bolsa de São Paulo 1,15%, e os ordinários 0,65%, enquanto o índice Ibovespa operava em alta de 0,11% em um contexto de volatilidade pelas tensões.

- Venda de ativos -O forte aumento no lucro em janeiro-março é explicado principalmente por um aumento no faturamento, que totalizou 74.460 bilhões de reais (+ 9%), graças ao aumento dos preços internacionais do petróleo: o preço médio do barril aumentou 53%, de 8 dólares no primeiro trimestre de 2017 para 66,8 dólares no primeiro deste ano.

Também contribuíram para o resultado positivo a venda de ativos, como a dos campos da Lapa, Iara e Carcará, na bacia de Santos, por 3,223 bilhões de reais.

A dívida da empresa no fim do primeiro trimestre era de 81,45 bilhões de dólares, em baixa de 4% em relação ao último trimestre de 2017.

A Petrobras encerrou 2017 com prejuízo líquido de 446 milhões de reais, em seu quarto ano consecutivo negativo. Esse vermelho foi explicado principalmente pelo pagamento de uma multa de 2,95 bilhões de dólares nos Estados Unidos (11,198 bilhões de reais) para encerrar litígios com credores prejudicados pelo escândalo de corrupção e pela adesão da empresa a programas federais de regularização de dívidas.

"Nosso objetivo, e ainda há muito o que fazer, é chegar a dezembro com uma empresa (...) financeiramente equilibrada e com sua reputação recuperada", disse Parente.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia