Bolsas

Câmbio

Após anúncio Trump sobre o Irã, Arábia quer aumentar produção de petróleo

Riad, Arábia Saudita, 9 Mai 2018 (AFP) - A Arábia Saudita, maior exportador mundial de petróleo, anunciou que adotará as medidas necessárias para evitar problemas de abastecimento após a decisão dos Estados Unidos de abandonar o acordo nuclear com o Irã.

A Arábia Saudita "trabalhará com os principais produtores de petróleo dentro e fora da OPEP e com os principais consumidores para limitar o impacto de qualquer problema de abastecimento", afirmou o ministério saudita da Energia em um comunicado divulgado na terça-feira à noite.

Na terça-feira, o presidente americano Donald Trump anunciou a saída de Washington do acordo e restabeleceu várias sanções contra o Irã.

As sanções poderiam reduzir as exportações iranianas de petróleo, principal recurso financeiro do país.

Desde a aplicação do acordo do Irã com as grandes potências, as exportações iranianas de petróleo passaram de um milhão de barris por dia a 2,5 milhões.

A Arábia Saudita, que atualmente extrai 10 milhões de barris diários, pode elevar sua produção até 12 milhões de barris.

As cotações do petróleo operavam em forte alta nesta quarta-feira no mercado eletrônico da Ásia. O preço do barril de "light sweet crude" (WTI), referência americana, para entrega em junho subia 2,25%, a 70,62 dólares.

O barril de Brent, referência europeia, subia 2,44%, a 76,66 dólares.

bur-oh/ras/nbz.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos