ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Vendido jarro de porcelana chinesa do século 18 por 4,1 mi de euros em leilão na França

Guillaume Souvant/AFP
Jarro arrematado por 4,1 milhões de euros em leilão na França Imagem: Guillaume Souvant/AFP

10/06/2018 16h40

Montbazon, França, 10 Jun 2018 (AFP) - Um jarro de porcelana que pertenceu ao imperador chinês Qianlong (1736-1795) foi arrematado por 4,1 milhões de euros (R$ 17,91 milhões) por um comprador francês durante um leilão na França, constatou um correspondente da AFP.

Com os gastos, a venda alcança os cinco milhões de euros, segundo Philippe Rouillac, comissário do leilão no castelo de Artigny, em Montbazon (centro), 10 vezes mais do que o preço de saída.

O jarro, que leva a marca do imperador Qianlong, quarto na dinastia manchu Qing, foi arrematado em 10 minutos.

"É uma francesa (representando o comprador por telefone) que superou 17 chineses vindos de todo o mundo para recuperar seu patrimônio nacional", assinalou Rouillac.

Outro jarro foi leiloado em 2016

Segundo a especialista de arte do Oriente Extremo Alice Jossaume, trata-se de um dos dois jarros do imperador Qianlong - "o homem mais poderoso de sua época" - que existem no mundo.

O outro jarro similar foi vendido por 1,8 milhão de euros pela Sotheby's em Hong Kong em abril de 2016.

O jarro vendido neste domingo irá "para o apartamento parisiense de um colecionador", disse Rouillac, acrescentando que "talvez possa ser emprestado ao Museu Guimet", dedicado à arte asiática, em Paris.

Foi Rouillac quem descobriu por acaso a peça em meados de abril durante uma visita a um castelo desta região francesa.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia