ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Incerteza marca lançamento de novo sistema de cobrança de gasolina na Venezuela

04/09/2018 21h07

San Antonio del Táchira, Venezuela, 5 Set 2018 (AFP) - A incerteza reinou nesta terça-feira (4) em algumas regiões fronteiriças da Venezuela, ao ser colocado em uso um novo sistema de pagamento eletrônico da gasolina que limita os altos subsídios a um setor da população.

Como é habitual, centenas de motoristas tiveram que fazer filas de várias horas para abastecer em municípios como San Antonio e Ureña, no estado de Táchira (oeste), limítrofe com a Colômbia, constatou a AFP.

Esperavam a nova modalidade de pagamento, que inclui uma verificação digital nos postos, mas esta ainda não entrou em funcionamento.

"O que nos disseram é que no outro mês vem a questão da gasolina. Não sabemos se é verdade ou mentira", disse à AFP Daniel Castro, comerciante de 49 anos, que amanheceu fazendo fila em San Antonio. Esperou por mais de 12 horas.

"Não há nada" sobre o novo esquema, comentou Carlos Cristancho, motorista de ônibus de 38 anos.

Segundo o presidente Nicolás Maduro, milhões de dólares em combustível são contrabandeados para a Colômbia, apesar de a região ser fortemente protegida pelos militares venezuelanos.

Trata-se, por enquanto, de uma fase de testes que durará 15 dias em 85 municípios dos estados de Bolívar (sul, na fronteira com o Brasil); Delta Amacuro, Falcón e Sucre (norte, na costa caribenha); e Amazonas, Apure, Táchira e Zulia (oeste, próximos à Colômbia).

Em seguida, se estenderá a todo o país com um aumento no preço da gasolina mais barata do mundo, a ponto de, com um dólar, seis milhões de litros serem comprados.

No momento, as novas taxas são ignoradas. Maduro planeja subsidiar apenas os portadores do "carnê da pátria", um cartão eletrônico que credita aos beneficiários os programas sociais do governo.

Os outros terão que pagar a gasolina a preços internacionais. A oposição considera esse carnê como um mecanismo de controle social.

Para se beneficiar dos subsídios, os motoristas também devem registrar seu veículo em um banco de dados.

Nas áreas de fronteira, um sistema com chip nos veículos já havia sido implementado para controlar a venda, mas o contrabando e a escassez persistem.

O aumento da gasolina faz parte do programa Maduro para enfrentar a grave crise econômica, que inclui novas notas com cinco zeros a menos.

Com a moeda de menor valor, pode-se comprar 50.000 litros, mas não um ovo.

str-erc/axm/llu/cb

Mais Economia