ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Ministro da Defesa pede que militares 'confiem' em plano econômico de Maduro

06/09/2018 20h27

Caracas, 6 Set 2018 (AFP) - O ministro da Defesa da Venezuela, o general Vladimir Padrino López, pediu nesta quinta-feira (6) à Força Armada que "confie" no programa econômico lançado pelo presidente Nicolás Maduro como uma nova tentativa de reverter o desastre no país petroleiro.

"Graças a Deus o presidente deu um passo importante, eu diria ousado, para reverter a situação econômica. Temos que dar a ele um toque de confiança, uma dose de confiança no programa e não de desconfiança. Ao confiar, ao sermos otimistas (...) devemos apostar no programa e em seu sucesso", disse o ministro em declarações transmitidas pela televisão estatal.

Padrino López liderou a entrega de cerca de 1.000 artigos, entre eletrodomésticos e pneus, a 150 unidades militares, como parte da Missão Negro Primeiro, programa social criado para atender a Força Armada, considerada por analistas como principal sustento do governo socialista.

"Vejo um programa bem estruturado no fiscal, no tributário, no cambiário, no monetário, um programa que colocou no centro o valor do trabalho através da potencialização do salário", afirmou Padrino López em alusão ao recente aumento salarial.

Para o chefe castrense, o novo salário é "muito justo" para "todo a equipe profissional militar e não militar da Força Armada Nacional Bolivarianas".

O presidente Nicolás Maduro lançou em agosto uma série de medidas diante da crise econômica aguda, que incluem um aumento de salário de 3.400%, uma desvalorização de 96% do bolívar - a moeda local - e aumentos de impostos.

Também retirou cinco zeros do bolívar, devorado pela inflação, que fecharia 2018 em 1.000.000%, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), e prevê aumentar o preço da gasolina, a mais barata do mundo.

Mais Economia