ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Facebook bloqueia 30 contas antes das eleições dos EUA

06/11/2018 06h27

San Francisco, 6 Nov 2018 (AFP) - O Facebook anunciou na segunda-feira que bloqueou cerca de 30 contas em sua plataforma e outras 85 no Instagram por suspeitas de que elas estivessem vinculadas a entidades estrangeiras e destinadas a interferir nas eleições de meio mandato desta terça-feira nos Estados Unidos.

O anúncio foi feito pouco depois de funcionários de inteligência e ministros americanos afirmarem que não há provas sobre esforços para afetar a infraestrutura eleitoral. Eles alertaram os cidadãos a ficarem atentos sobre as tentativas russas de espalhar "notícias falsas" ("fake news").

Um estudo publicado na semana passada descobriu que a desinformação vinha sendo difundida nas redes sociais de forma ainda mais ampla do que durante a campanha presidencial de 2016, na qual a Rússia foi apontada pela interferência por meio de propaganda a favor da candidatura do atual presidente Donald Trump.

"Neste domingo, agentes dos Estados Unidos nos contactaram sobre atividades on-line que haviam descoberto recentemente e que achavam que estavam vinculadas a entidades estrangeiras", informou o Facebook em um blog.

"Nossa muito prematura investigação identificou cerca de 30 contas Facebook e 85 de Instagram que poderiam estar envolvidas em um comportamento coordenado indevido. Imediatamente bloqueamos essas contas", assegurou a companhia, acrescentando que todas as páginas do Facebook associadas a essas contas estavam em francês ou russo.

Já as contas de Instagram estavam principalmente em inglês, algumas "focadas em celebridades, outras em debate político".

"Normalmente, continuaríamos com nossas análises antes de anunciar algo publicamente. Mas, dado que estamos apenas a um dia das importantes eleições nos Estados Unidos, quisemos que as pessoas soubessem sobre a ação que tomamos e sobre os fatos como os conhecemos hoje", esclareceu o Facebook.

Mais Economia