ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Rebeldes do Iêmen ameaçam fechar o aeroporto de Sanaa aos aviões da ONU

06/12/2018 07h41

Sanaa, Iêmen, 6 dez 2018 (AFP) - Os rebeldes do Iêmen ameaçaram nesta quinta-feira impedir que os aviões da ONU utilizem o aeroporto da capital do país, Sanaa, caso as negociações de paz na Suécia não resultem na retomada do tráfego aéreo civil.

"Se não acontecer uma decisão nas conversações na Suécia (previstas para esta quinta-feira) sobre a abertura do aeroporto da capital ao povo iemenita, pedirei ao Conselho Político e ao governo (do movimento rebelde dos huthis) para fechá-lo a todos os aviões", escreveu no Twitter um dos líderes dos rebeldes, Mohamed Ali al Huthi.

"Caso (o aeroporto) não abra, para chegar a Sanaa os funcionários da ONU terão que fazer como os enfermos e viajantes, que precisam percorrer 15 horas por estrada", completou.

Os huthis, apoiados politicamente pelo Irã, tomaram o controle da capital há quatro anos.

O aeroporto internacional foi fechado ao tráfego comercial civil depois da intervenção militar em 2015 de uma coalizão pró-governo liderada pela Arábia Saudita.

Para pousar e decolar de Sanaa, os aviões da ONU precisam de autorização da coalizão sob comando saudita.

Mais Economia