PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Maduro acusa 'grupos treinados' na Colômbia por apagões na Venezuela

26/12/2018 22h41

Caracas, 27 dez 2018 (AFP) - O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, culpou nesta quarta-feira "grupos treinados" na Colômbia pelos frequentes apagões sofridos no estado fronteiriço de Zulia, em meio à crise energética no país petrolífero.

"Há grupos treinados na Colômbia para atacar o sistema elétrico (...) Eles são ataques terroristas (...), uma guerra de guerrilha, terrorista, contra o sistema", disse Maduro durante um ato de entrega de moradias estatais.

Falhas elétricas são comuns na Venezuela, especialmente em estados ocidentais como Zulia, Tachira, Merida, Trujillo e Barinas. Zulia é uma das regiões mais afetadas, com cortes que duram mais de 24 horas. Não eram comuns em Caracas, mas ao longo de 2018 houve vários blecautes em massa na capital venezuelana.

Especialistas relacionam o problema à deterioração da infraestrutura e à falta de investimentos, a ausência de expertise e a atos de corrupção. No entanto, o governo Maduro geralmente os atribui a "sabotagem" para criar descontentamento entre a população.

erc/rbv/cc