PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Supermercados britânicos alertam que haverá menos produtos com um Brexit sem acordo

28/01/2019 15h04

Londres, 28 Jan 2019 (AFP) - Os supermercados do Reino Unido serão menos abastecidos com produtos no caso de um Brexit sem acordo, advertiram nesta segunda-feira (28) os administradores de grandes cadeias de distribuição e de fast-food em uma carta dirigida aos deputados britânicos.

Estes grupos, que incluem as grandes cadeias de supermercados como Sainsbury, Waitrose, Asda e Lidl, afirmaram em uma carta publicada pela federação de distribuição profissional que, nesse caso, os consumidores teriam menos opções de produtos e menor qualidade de bens alimentícios.

Seus diretores esboçaram um panorama sombrio de consequências graves no caso de uma saída britânica da União Europeia sem acordo, o que teria um grande impacto sobre os consumidores em primeiro lugar.

"Antecipamos riscos importantes em termos de manter a escolha dos produtos, a qualidade e a vida útil dos alimentos que nossos consumidores esperam encontrar em nossas lojas", afirma a carta.

Um Brexit sem acordo, o pior cenário possível para os empresários no Reino Unido, resultaria em um aumento nos preços devido a uma potencial queda da libra e à introdução de tarifas alfandegárias.

Os profissionais do setor insistem, sobretudo, nas perturbações previstas na cadeia de abastecimento, uma vez que grande parte dos produtos frescos consumidos no Reino Unido são importados de outros países da União Europeia.

Cerca de um terço dos alimentos consumidos no país vem do continente europeu. Em março, por exemplo, mês em que os britânicos planejam deixar a UE, o país geralmente importa 90% de sua alface, 80% de seus tomates e 70% de suas frutas.

PUBLICIDADE