IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Câmara do Rio abre processo de impeachment contra prefeito Marcelo Crivella

02/04/2019 20h55

Rio de Janeiro, 2 Abr 2019 (AFP) - A Câmara Municipal do Rio de Janeiro abriu, nesta terça-feira, um processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella, por suposta concessão de vantagens indevidas a duas empresas de publicidade para exploração de mobiliário urbano.

A abertura do processo de impeachment foi aprovada por 35 votos contra 14. Dois vereadores não votaram.

Segundo as denúncias, as empresas OOH Clear Channel e JCDecaux se beneficiaram, em dezembro passado, do prorrogação de contratos para mobiliário urbano, apesar de que, após o vencimento do contrato inicial, de 20 anos, a propriedade do material deveria passar para a prefeitura ou ser alvo de uma nova licitação.

Crivella, de 61 anos, tem dez dias para apresentar sua defesa a uma comissão de três vereadores, que deverão enviar seu parecer ao plenário em um período de 90 dias. Uma moção de destituição deve receber dois terços dos votos para ser efetivada.

Durante todo o processo, o prefeito permanecerá no cargo.

Crivella, eleito prefeito em outubro de 2016 pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus.

Em julho do ano passado, a Câmara Municipal do Rio rejeitou um pedido de impeachment contra o prefeito, acusado de conceder favores a igrejas evangélicas.

js/val/db

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia